Material Instrucional

material-instrucional

Nosso Material instrucional é preparado para cada curso, e será distribuído gratuitamente aos alunos matriculados. O curso é baseado em exercícios práticos, nos quais os conceitos são apresentados e aprofundados.

Abaixo você poderá assistir um trecho de aula exemplo de 15 minutos, onde a tela do Sistema foi capturada para mostrar o tipo de conteúdo passado aos alunos.

Acessando os links abaixo, você poderá baixar os arquivos comentadas na vídeoaula do Prof. Joaquim.

  1. EpidCursos Aula Exemplo Resultados “Frequencies” Mortalidade RJ 2011;
  2. EpidCursos Aula Exemplo Resultados “Tables” Mortalidade RJ 2011.
  3. EpidCursos Banco de Dados Formato MDB “Mortalidade Curso”

Você encontra um exemplo do material instrucional das aulas, clicando aqui.

Texto: Narrativa Completa do Vídeo

EpidCursos – Aula-exemplo – Texto – 2014/05/17

Olá a todos. Sejam Bem-vindos ao EpidCursos.

Sou Francisco Alves de Souza, Diretor do EpiCursos Assessorias Desenhos Análises Epidemiológicas, uma nova empresa que oferece cursos e assessorias na área de Epidemiologia e Saúde Pública.

Vamos lhe oferecer uma amostra de uma Aula-exemplo de um de nossos cursos, elaborada por mim e pelo Professor Doutor e Pesquisador Joaquim Gonçalves Valente, que irá apresentar.

Agora, terei prazer em passar a palavra para ele iniciar sua exposição.

Olá a todos. Obrigado Francisco. Vamos começar.

Vocês têm no slide a Página do Curso, onde vocês obtiveram essa Vídeo-Aula-Exemplo.

Apresentação

Nós vamos apresentar para vocês um exemplo bem curto e rápido de um aula do nosso curso, apenas para vocês terem uma ideia do que vocês vão encontrar no Curso de Apresentação ao Epi Info, mas que também serve como modelo para nossos outros cursos do EpidCursos.

Então, vamos começar um Curso do Sistema de Epi Info, Módulo 1, Curso de Apresentação ao Epi Info, uma aula-exemplo: Construção de questionários.

Entrando no Epi Info

Primeira providência, então, é entrar no Epi Info, e, dentro do Epi Info, vamos escolher Criar Questionário, abrindo uma Tela de Criação de Questionários.

Na Tela de Criação de Questionários

Nessa Tela, vamos selecionar um novo Projeto. O Título desse novo Projeto é Aula2014.

Repare que é possível colocar, na janela de Descrição, um texto longo, mas, no nosso caso, e devido à limitação de tempo, vamos apenas digitar “Exemplo e Aula”.

Vamos também dar um Título ao Formulário, que vamos chamar de “Pesquisa de Tabagismo”.

Clicamos no OK e o Epi Info vai criar e abrir a Tela do Questionário, que vocês vão ver no Título aqui em cima de “Pesquisa de Tabagismo”.

Dando Título ao Questionário

A primeira coisa que a gente vai fazer nesse Questionário é dar um Título para ele.

Vamos clicar em Label e vamos chamar o Título de “Inquérito de Tabagismo”.

Vamos escolher a fonte, Negrito 16 e vamos dar OK e vamos ver que o questionário já tem Título.

Incluindo Variáveis no Questionário

Agora, Vamos começar a incluir as variáveis no Questionário.

A primeira variável a ser incluída vai ser Nome do Entrevistado. Vai ser uma variável toda em maiúsculas, UPPER Case, e o nome dela vai ser “Nome do Entrevistado”. O Field Name, o Apelido, vai ser isso mesmo. Ela vai ter 40 colunas para escrever os nomes e vamos dar OK.

Podemos arrastar a Variável para onde a gente quiser. Também podemos arrastar o campo da variável para depois do texto da variável.

Incluindo Número de Matrícula e Data de Nascimento

Agora, vamos incluir a Variável Matrícula, clicando à Direita do Mouse, estabelecemos que é uma variável numérica e vamos fazer a pergunta: “Qual o número da sua matrícula?” e vamos dizer que o padrão será quatro colunas. Por quê? Vamos poder escrever Número de Matrícula até 9.999. Vamos dar OK.

Outra coisa que podemos fazer também é ampliar o campo das variáveis, para o que eu quiser.

Agora, vamos incluir uma variável, clicando à Direita do Mouse, Data de Nascimento. “Qual a sua data de nascimento ?” O padrão dela será dia-dia, mês-mês, e quatro dígitos para ano de nascimento. Vamos chamar essa variável de DataNasc. Vamos dar OK.

Vamos ajeitar quetões puramente estéticas do Questionário.

Pronto. Esse questionário está pronto para o que temos de tempo nessa curta aula que estamos providenciando.

Exercício para Criação de Questionários

Agora, deixamos para você uma Tabela de Dados Antropométricos, para você fazer um Exercício, no qual poderá aplicar o que apresentamos para você até o momento.

Observe que essa Tabela apresenta características para cada variável proposta para o Questionário, de modo que você irá utilizar essas características em sua elaboração. Crie as variáveis, sempre tentando atender ao que está sendo solicitado na Tabela. Obrigado.

Módulo de Análise de Dados

Agora, vamos passar para a segunda parte de nossa Aula-Exemplo, que é sobre Análise de Dados.

Vamos voltar àquela Tela geral de Entrada no Epi Info e vamos escolher Análise de Dados, Clássica.

Nesse momento, o Epi Info abre a tela de Análise de Dados.

Lendo o Banco de Dados de Mortalidade

Precisamos abrir o Banco de Dados.

Vamos em Ler, e vamos escolher o Banco de Dados de Mortalidade, Óbitos do estado do Rio de Janeiro de 2011.

Nesse momento, ele demora um pouco porque o Banco tem mais de cem mil óbitos. Precisamos aguardar. Quando o Epi Info terminar de abrir o Banco, vai mostrar na Tela que o Número de Óbitos é 127.095.

Inspecionando o Banco – Comando LIST

A primeira coisa que vamos fazer com esse Banco é o Comando LIST, para obter uma Listagem desse Banco. Clicamos no List e no OK. Essa tela é um Tela com uma Listagem dos Dados.

Observamos que cada linha representa um óbito e cada coluna representa uma variável. Podemos, agora, percorrer o Banco.

Tabela Univariada – Comando FREQ

Nesse ponto da Análise, precisamos calcular a proporção por sexo. Para isso, precisamos responder às Perguntas: “O Número de Óbitos no sexo masculino é semelhante àquele observado no sexo feminino ?”

Ou seja, “Qual é a proporção de Óbitos do Sexo Masculino e do Sexo Feminino?”

“Como podemos obter esses números e essas proporções ?”

Para responder a essa pergunta, vamos solicitar uma Tabela de Frequência Univariada dos Dados, clicando no Comando Freq, dentro de Statistics.

Ao abrir a Janela do Freq, vamos escolher a Variável Sexo, que é uma Variável do Banco original, e vamos selecionar também a Variável SEX, que foi criada e preenchida antes desse exercício. Vamos clicar no OK.

Aguardemos um pouco e veremos uma Tabela com os Resultados Univariados para a Variável Sexo e para a Variável Sex.

Nesse momento, temos uma Tabela. Foram observados 127.095 Óbitos, tanto para a Variável Sexo, quanto para a seguinte, Sex.

Agora, vamos deixar você observar um pouco essa Tabela antes de seguirmos com a Aula-Exemplo.

Vamos ler juntos agora os resultados que você já teve como observar quando parou esse vídeo. Vamos focar na Variável SEX que já está preenchida com as categorias referentes aos códigos originais.

Observamos, então, que foram contados 67.896 Óbitos do Sexo Masculino, correspondentes a 53,42% do Total de Óbitos do estado.

No Sexo Feminino, foram observados 59.095, correspondentes a 46,5%.

E, no código 9, Ignorados, foram observados 104 Óbitos, correspondentes a 0,08% do Total de 127.095.

Nesse momento, você consegue responder à pergunta de que ocorreram muito mais óbitos do sexo masculno do que do sexo feminino.

Tabela Bivariada – Comando TABLES

Agora, vamos fazer uma Tabela Bivariada, ou seja, com duas Variáveis. Para isso, vamos ao Comando Tables, dentro do Statistics. Nas Linhas, vamos colocar a Variável Sex e, nas Colunas, vamos colocar a Variável Estado Civil. Vamos dar OK e vamos aguardar um pouco e temos a nossa Tabela.

Análise da Tabela Bivariada

Nesse momento, vamos perguntar para vocês:

O que você pode observar nessa Tabela?

O que seria interessante fazer para continuar nossas análises ?

Qual seria nosso próximo passo ?

Vamos deixar você pensando um pouco, e até poder interromper o vídeo, antes de continuar.

Vamos, agora, ajudar você a entender os resultados apresentados nessa Tabela Bivariada.

A gente pode observar que, a cada três linhas, são apresentados resultados para cada categoria da Variável SEX. As três primeiras linhas são referentes ao sexo Masculino; as três seguintes ao Sexo Feminino; e as outras três são relativas a Sexo Ignorado. As três últimas Linhas referem-se ao Total de Óbitos.

Podemos observar ainda que, dentro de cada tríade de Linhas, a primeira linha refere-se ao Número Absoluto de Óbitos; a segunda Linha refere-se às proporções calculadas para as Linhas; e, a Terceira Linha refere-se às proporções calculadas para as Colunas.

Finalmente, podemos observar que as Colunas referem-se ao Estado Civil informado para os indivíduos que faleceram. A primeira Coluna refere-se aos indivíduos que falecerem “Solteiros”, a segunda coluna “Casados” etc.

Em relação ao Teste Estatístico do Qui Quadrado, apresenta uma observação que “Tem um valor esperado abaixo de 5, o que compromete a utilidade do teste de Qui Quadrado”, que pode apresentar uma valor que não seja válido.

Como você poderia refinar essa análise ?

Quais seriam os próximos passos ?

Remoção dos Valores Faltantes – IF…Then

Agora, vamos remover essas células com valores muito baixos que comprometem os testes estatísticos que possamos fazer nas Tabelas, e atrapalha nossa visão global dos dados. Nada se ganha, mantendo esses pequenos números na Tabela.

Assim, para eliminar os Óbitos com Valores Faltantes (ou Missing, em inglês), vamos utilizar o Comando IF … Then.

Clicamos, então, no Comando IF e vamos preencher a janela que aparece para nós. Vamos selecionar a Variável Sexo, e vamos preencher Igual a Aspas Nove Aspas.

Em relação à alteração que queremos impor ao Banco de Dados, que é a frase que vem depois desse Then, vamos fazer com a Variável SEX, para não mexer na Variável Original do Banco.

Então, vamos preencher que:

Sex Igual Parêntese de Abertura Ponto Parêntese de Fechamento.

Essa observação Parêntese-Ponto-Parêntese indica ao Epi Info que os valores Nove para essa Variável devem ser tratados como Ausentes ou Ignorados e excluídos das Contagens para as Tabelas e também dos Testes Estatísticos.

E vamos clicar no OK e vamos solicitar novamente a Tabela, com Sex na Linha e Estado Civil na Coluna.

Vamos dar OK. Vamos aguardar e vamos observar que essa tabela é bem mais clara e resumida do que a anterior.

Como você pode notar, agora, não há mais Óbitos com Sexo Ignorado ou com Estado Civil Ignorado.

Repare também que o qui-quadrado não mostra mais uma mensagem dizendo que foi encontrado pelo menos um valor esperado menor do que cinco para alguma das células da Tabela.

Desafio para Análise da Tabela

Nesse ponto do vídeo, queremos deixar para você um Desafio.

O que você poderia concluir da observação dos resultados apresentados nessa Tabela? Cite pelo menos três aspectos que você julgue relevantes mencionar.

Para ajudar você, vamos sugerir que você comece interpretando alguns resultados. Por exemplo, tente explicar esses percentuais assinalados.

O que significa esses 33,01% e o que significa os 58,27%?

Obtenção das Medidas de Tendência Central para a Variável Idade

Agora, vamos propor e deixar um exercício para você avançar no gerenciamento e nas análises de Mortalidade do estado do Rio de Janeiro em 2011.

Queremos, agora, obter Medidas de Tendência Central e de Dispersão para a Variável IDADE.

Acontece que a variável IDADE é uma variável alfa-numérica, ou Caracter ou String, portanto, não conseguimos fazer contas com essa variável.

Precisamos transformar essa variável alfanumérica numa variável numérica.

Como você sugere fazer isso?

Por favor, chame essa nova variável Numérica de IdNum (correspondente à idade numérica)

Agora, por favor, preencha a nova Variável que acabou de criar

O que você pode observar?

Nesse momento, precisamos de algumas alterações, pois a variável original IDADE não é a idade real das pessoas falecidas em anos

As alterações que precisamos fazer são bem complexas e serão vistas mais adiante na continuidade dos nossos Cursos presenciais.

Mas, podemos sugerir que precisaremos utilizar os Comandos apresentados na transparência a seguir.

Entre eles, você vai precisar utilizar os Comandos:

DEFINE – ASSIGN – IF … THEN

para preencher corretamente essa Variável Idnum que acabou de ser criada.

Obrigado por sua atenção. Espero que tenha gostado dos nossos exemplos, que apenas ilustram alguns aspectos dentre muito do que você poderá aprender durante nossos cursos.

Agradecimentos

Nesse ponto, agradecemos muito a você por essa oportunidade de ter podido mostrar nosso trabalho, a você que pôde acompanhar nossa Aula-exemplo até aqui.

Ficou uma aula excessivamente longa, mas tentamos resumir muitos aspectos dentre o que você poderá aprender conosco. Não foi por acaso que os Cursos do Sistema Epi Info foram subdivididos em Módulos, para que você possa aprender com mais desenvoltura e segurança os detalhes de cada passo. Para tentar encurtar esse vídeo ao máximo, muitas passagens foram omitidas, mas mesmo assim, ainda passamos de dez minutos.

Muito obrigado. Aguardamos seu contato.